sábado, 20 de novembro de 2010

Bolsas de estudo para o ensino médio na Inglaterra

A maioria das escolas particulares na Inglaterra oferece ajuda financeira para pagamento de mensalidades.

Na Inglaterra todas as escolas particulares primárias e secundárias cobram mensalidades, mas o valor varia muito de escola para escola. Estes são alguns valores típicos (por ano) cobrados em 2009:
Escolas primárias
£6.000 a £11.250
Escolas secundárias
£7.500 a £18.000



Muitas pessoas pensam em bolsas de estudo apenas quando vão para a universidade ou fazem pós-graduação. No entanto, no Reino Unido escolas particulares primárias e secundárias oferecem várias formas de ajuda financeira a estudantes. Atualmente cerca de um quarto de todos os alunos em escolas particulares no país têm alguma forma de assistência financeira para pagar as mensalidades, num valor total de mais de 225 milhões de libras por ano.

Essa ajuda financeira é dada principalmente através de dois veículos: bolsas de estudo e bursaries. Neste post vou tratar de bolsas de estudo e num próximo tratarei de bursaries, que são uma forma de financiamento para famílias de baixa renda.

Bolsas de estudo

Bolsas de estudo são geralmente concedidas por bom desempenho acadêmico ou por bom desempenho em áreas como música, artes, esportes ou alguma outra especialidade. Um aluno que recebe uma bolsa de estudo tem que ter desempenho acima da média na área em questão durante o período de validade da bolsa, ou seja, ao aceitar uma bolsa o aluno se obriga a manter um determinado padrão de desempenho. Se o padrão não for mantido ele pode perder a bolsa.

Escolas secundárias tendem a oferecer bolsas na admissão de alunos no 7° ano e no 9° ano. Bolsas também são oferecidas no início do Sixth Form. Normalmente candidatos têm que fazer uma prova específica, que difere de escola para escola, e se submeter a entrevistas. 
Bolsas de estudo não levam em conta a situação financeira do aluno, sua origem ou classe social. O valor das bolsas varia bastante, indo desde 5% até um máximo, em geral, de 50% da mensalidade e outros custos. 

As bolsas são dadas pelas escolas com o objetivo de atrair talento. As League Tables, que comparam os resultados de cada escola em testes padronizados, são um grande incentivo para as instituições tentarem atrair crianças com talento acadêmico, mas a maioria também dá muito valor a outras áreas, o que enriquece grandemente o ambiente escolar.

Deve-se notar, no entanto, que uma criança não tem que ser um gênio para conseguir uma bolsa de estudo. Afinal, o mundo está cheio é de crianças normais! Se seu filho é aplicado, tem bons resultados ou um talento especial em áreas como música, esportes ou artes, e você gostaria que ele estudasse em uma escola particular, vale a pena considerar a possibilidade de ele obter uma bolsa de estudo. Dá algum trabalho, mas é compensador.

Informações e detalhes sobre bolsas disponíveis devem ser obtidos diretamente de cada escola.

Pesquise, pesquise, pesquise!

Se você pesquisar vai encontrar ofertas interessantes (e até algumas inusitadas), como por exemplo as seguintes:

- Wycliffe College em Gloucestershire tem uma bolsa de estudo para “um vegetariano com qualidades de caráter, promessa de liderança e talento esportivo”. (Fico imaginando como será o processo de seleção para essa bolsa...). Mas parece que eles não estão tendo muita procura: veja http://www.guardian.co.uk/education/mortarboard/2009/feb/12/vegetarian-scholarship-school.

- Crianças que moram num raio de 10 milhas da Rugby Clock Tower têm direito a bolsas de estudo preferenciais para Rugby School em Warwickshire.

- Jogadores de xadres talentosos podem concorrer a bolsas de estudo especiais em escolas como Millfield em Somerset e Ampleforth College em York.

- Licensed Victuallers School em Ascot oferece ajuda financeira de até 100% das mensalidades a filhos de pessoas que trabalham na indústria de bebidas, inclusive funcionários de bares.

- Escolas de coristas são escolas que têm uma ênfase especial em canto coral religioso. Estão geralmente ligadas a uma catedral, igreja ou capela, onde o coral da escola canta, como por exemplo St. Paul's, Westminster, Durham e Christchurch. Essas escolas não educam exclusivamente coristas: cerca de 15 mil alunos estudam nas 44 escolas coristas do Reino Unido, mas apenas cerca de 1.000 são coristas. Tony Blair, por exemplo, frequentou a escola corista em Durham, mas não foi ele próprio um corista. A grande maioria dessas escolas é particular, e a mensalidade dos coristas selecionados é subsidiada ou gratuita. A admissão ocorre normalmente quando as crianças ainda estão na escola primária.

- Music and dance scheme é um programa do Departamento de Música e Dança do governo britânico que atualmente dá a cerca de 1.600 crianças excepcionalmente talentosas acesso a escolas secundárias especializadas em música e dança, que também oferecem uma boa formação acadêmica. Maiores detalhes no site http://www.dcsf.gov.uk/mds/.

Pesquise - e boa sorte!


9 comentários:

Ann Moeller disse...

Vi que vc deixou um comentario no meu blog, vim conhecer o teu. Este assunto e sempre muitissimo rico e interessante. Na minha casa tambem falamos varias linguas diferentes, mas, meu filho nao e muito interessado em nenhuma a nao ser a dele, ingles.
Quanto as escolas, e bem verdade que muito pouco se sabe a respeito de bolsas de estudo. Meu filho estuda em uma escola particular tambem excelente, que por sinal ganhou o Independent School Awards 2010 na semana passada e sei que eles tambem oferecem bolsas.
Ann

Claudia Storvik disse...

Olá, Ann. Seja muito bem-vinda. Obrigada pela sua mensagem e parabéns pelo seu filho. Mais um brasileirinho brilhando numa escola de ponta na Inglaterra! Espero que o blog lhe dê alguma inspiração para aperfeiçoar o português dele. Um abraço. Claudia

Anônimo disse...

quero conseguir uma bolsa de estudos para a escola music and dance scheme. como consigo?

Claudia Storvik disse...

O Music and Dance Scheme é um programa do governo britânico que fornece apoio financeiro para quase 1.600 alunos em nove escolas especializadas em dança e música de todo o país. As escolas participantes são Chetham's School of Music, Elmhurst School of Dance, St Mary's Music School, The Hammond School, The Purcell School, The Royal Ballet School, Tring Park School for the Performing Arts, Wells Cathedral School, Yehudi Menuhin School. Veja www.made-schools.org.uk .

O valor da assistência é determinado dependendo da renda dos pais. Quanto menor a renda, maior a ajuda. O sistema funciona na prática como os bursaries (veja http://filhos-bilingues.blogspot.com/2010/12/bursaries-educacao-particular-ao.html), ou seja, a criança primeiro tem que ser admitida na escola participante, como qualquer outra candidata a uma vaga, independentemente de situação financeira. O processo de seleção das escolas participantes geralmente envolve um exame de admissão acadêmico, um recital e uma entrevista. As escolas procuram crianças com grande potencial e há muita concorrência para as vagas disponíveis.

Uma vez que a criança é admitida, os pais devem informar a escola que desejam participar do Music and Dance Scheme e a própria escola fornecerá informações sobre como se increver no programa. A criança tem que ser residente na Grã-Bretanha há pelo menos dois anos para ter direito a participar do programa.

Sugiro que considere também a possibilidade de obter um bursary em outras escolas particulares, pois as nove escolas acima são ultra-seletivas e admissão pode ser extremamente difícil. Mais detalhes sobre bursaries em http://filhos-bilingues.blogspot.com/2010/12/bursaries-educacao-particular-ao.html .

Você pode também considerar a única escola pública de artes cênicas da Grã-Bretanha, The Brit School (para crianças de 14 a 19 anos, www.brit.croydon.sch.uk), que oferece especializações em dança, música e outras manifestações artísticas. A escola fica em Croydon. Katie Melua, Adele, Leona Lewis e Amy Winehouse, entre outros famosos, estudaram lá.

Boa sorte e um abraço, Claudia

glaucia disse...

ola claudia, encontrei seu blog por acaso e estou gostando muito.
moro na españa, mas tenho uma filha de 15 ano que mora no brasil com o pai, pq quando vim pra cá, passei a guarda para ele, pq ela estuda no colegio militar do rio e nao queria sair de la. so que agora a convivencia dela com a madrasta está insuportável e ela pediu pra vir pra cá em dezembro quando terminar o ano. ela veio aqui na espanha em dezembro passado e passou dois meses de ferias comigo, e nao saiu convensida de que queria morar aqui, mas agora ela está decidida.tenho um pouco de medo dela nao se adaptar, ela nao fala espanhol, domida o ingles bastante bem.
estou uma pouco confusa, nao sei o que fazer, por um lado quero ela aqui comigo, por outro eu gostaria que ela terminasse o 2º grau no colegio militar e conseguisse uma bolsa para estudar en londres pq é o sonho dela.
vc que está de fora, qual a sua opiniao?
obrigada.

Claudia Storvik disse...

Ola Glaucia. Falando puramente do ponto de vista da educacao escolar, no seu lugar eu deixaria sua filha terminar o secundario no Colegio Militar. A fase em que ela se encontra eh crucial, e ter que se adaptar a um sistema educacional diferente e a uma lingua nova a essa altura pode ter um impacto negativo no rendimento dela. Um abraco, Claudia

Anônimo disse...

E como eé k uma pessoa k vive no estrangeiro consegue uma bolsa????

Anônimo disse...

Sou a Eliana, tenho 14 anos e estou no 9 ano. Era mesmo pra saber se e possível conseguir uma bolsa de estudos fora sabendo que estou em Moçambique.

Ana Laura Bambirra disse...

Bom Tarde ,
meu nome é Ana laura ,tenho 15 anos, morro no Rio de Janeiro-Brasil e gostaria de saber como faço para conseguir uma bolsa de estudo para o ensino médio na Inglaterra , é meu sonho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...