segunda-feira, 20 de junho de 2011

O que pais de crianças bilíngues desde o berço precisam saber


O site IG Delas publicou hoje a matéria ‘O que pais de crianças bilíngues desde o berço precisam saber?’, para a qual fui entrevistada pela jornalista Renata Losso, de São Paulo. Vale a pena conferir. A reportagem completa pode ser lida aqui.

7 comentários:

Celi disse...

Adorei a reportagem!
Beijos

Mamãe Livia disse...

Oi Cláudia, eu já tinha lido a reportagem, ai até deixar um comentário no post anterior. Ficou muito legal. E, aproveitando a deixa, queria te perguntar uma coisa: viemos para a Austrália quando minha filha tinha 2 anos e alguma exposição ao inglês. Agora, 1 ano depois, ela só quer falar inglês (eu imaginava que isso fosse acontecer, mas não tão rápido), e eu fico tentando incentivá-la a falar português comigo e com meu marido (ambos somos brasileiros e só falamos com ela em português), mas tem horas que ela simplesmente se recusa. E o pior é que nem adianta eu fingir que não entendi o que ela disse, porque ela sabe que eu falo inglês também. Tem alguma dica para essa situação? A língua oficial dentro de casa (e fora também, quando estamos só nós 3) é o português, mas como faço para ela perder essa recém-adquirida resistência ao português? O que eu tenho feito atualmente quando eu faço uma pergunta em português e ela me responde em inglês é começar a repetir a resposta dela em português para ela terminar a frase, mas não sei se isso é certo. Como devo agir?
Um beijo e obrigada pelas diversas dicas do seu blog, elas me têm sido muito úteis!
Livia

Claudia Storvik disse...

Ola Livia. Sugiro que voce leia o post "Bilinguismo passivo – Quando a criança se recusa a falar português", no qual discuto este problema. Infelizmente nao existe uma formula magica para esta situacao, que eh muito comum. Sugiro tambem que leia o post "Crianças bilíngues e o valor das línguas". Boa sorte! Um abraco, Claudia

Planetas - Bruno disse...

Boa tarde Claudia,
Gostaria de lhe colocar a seguinte questão:
Tivemos um filhote há 11 meses, a minha mulher é Latino-americana (Venezuela) e eu sou Português (naci e vivi lá até aos 18 anos), atualmente vivemos em Portugal há já 10 anos. Eu vivi 10 anos na América latina onde conheci a minha mulher na universidade.
A dúvida é a seguinte, nós enquanto casal sempre falamos Espanhol e tínhamos decidido que, caso tivéssemos um filho lá na Venezuela, eu falaria sempre em Português com ele, mas a vida quis que fosse cá em Portugal que ele nascesse, não sei o que será melhor para ele, se manter o Espanhol como língua oficial de casa ou que a mãe fale Espanhol e eu Português?!

Obrigado pela sua ajuda!

Bruno

Claudia Storvik disse...

Ola Bruno. A resposta mais simples para a sua pergunta eh que voce deve falar com seu filho na lingua que voce achar mais natural. Esta pode ser o portugues por ser sua lingua materna ou o espanhol, por ser a lingua com a qual se comunica tambem com sua esposa. Dependendo de sua escolha, o sistema linguistico domestico em sua casa vai ser 'One parent, one language' ou 'Minority language at home'. Sugiro que leia o post "Sistemas linguísticos domésticos que promovem o bilinguismo", que explica as vantagens e desvantagens de cada sistema. Boa sorte e um abraco, Claudia

Planetas - Bruno disse...

Muito obrigado pela resposta. Confesso que para mim é natural falar espanhol com a minha esposa e o meu filho quando estamos sozinhos, quando há familiares e outras pessoas, já o Portugues me parece mais normal...É confuso até para mim ;)

Cláudia Spitz disse...

Olá,Cláudia.Parabéns pelo blog,descobri por acaso conversando com uma amiga sobre bilinguismo.Gostaria de aproveitar para concordar plenamente com as suas orientações para o Bruno. Trabalho com educação bilíngue há mais de 15 anos e sempre recebemos pais com estas questões, seja porque estão saindo do Brasil e não querem perder a lingua materna ou porque estão retornando após uma longa vivência no exterior e querem manter a 2a língua adquirida. Orientamos sempre no sentido de que cada membro(pai ou mãe) deve utilizar a lingua na qual se sente mais confortável.No caso de ambos serem fluentes em mais de um idioma , cada um pode ser referência em uma lingua o que ajuda bastante no processo de transição de uma língua para outra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...