quinta-feira, 12 de julho de 2012

Dicas para aproveitar o intercâmbio




Domingo passei duas horas num portão de desembarque do aeroporto de Heathrow  esperando por amigos que se atrasaram devido a problemas com sua bagagem. Nesse período pousaram dois vôos da TAM, um vindo de São Paulo e um do Rio. Calculo que cerca de 80% dos passageiros que chegaram nesses vôos eram jovens que vinham fazer intercâmbio na Inglaterra durante o verão europeu.  À minha volta, dezenas de representantes de escolas de inglês e programas de intercâmbio esperavam os passageiros. Sem nenhuma dúvida, mandar filhos adolescentes estudar inglês no exterior durante as férias virou um esporte nacional para os brasileiros.

Para os pais, um conselho: escolham muito bem o programa no qual vão inscrever seus filhos, não somente do ponto de vista do aprendizado da língua, mas também da organização, segurança e logística. Vi vários adolescentes no aeroporto que chegavam sozinhos e não encontravam a pessoa que deveria estar esperando por eles. Crianças que não aparentavam mais que 13-14 anos andavam de um lado para outro ansiosas e algumas bem desesperadas (eu diria que com razão). O aeroporto havia disponibilizado até uma equipe de seguranças que orientava essas crianças a se dirigir ao setor de informações e tentar localizar seus anfitriões de lá. Fiquei perocupada quando vi uma menina de mais ou menos 15 anos ligando para os pais no Brasil e dizendo que ia tentar pegar um ônibus e chegar até Brighton sozinha porque não havia nenhum representante do seu programa no aeroporto.  Programas com esse tipo de organização obviamente devem ser evitados.

Para os jovens intercambistas, repasso as dicas que encontrei em alguns sites e blogs, de como aproveitar ao máximo a estadia no exterior para aprender bem inglês. Abaixo segue uma lista de links.
Feliz intercâmbio!



3 comentários:

Carol P disse...

Q bacana seu post, otimo alerta para os pais.
Aqui perto de casa tem varias escolas, mas para ser sincera eu recomendaria somente uma, pois eles tem uma programcao bem organizada e o intuito de ensinar.Pq alem da preocupacao com os filhos muitos pais investiram um bom dinheiro e todos querem pelo menos um bom ensino e cuidado com os filhos de retorno.
Eh realmenete dificil escolher uma escola e mandar seu filho adolescente sozinho.

Donovan Nagel disse...

Thank you for mentioning my blog post :)

Neda disse...

Claudia, a minha experiencia pessoal com intercambio foi maravilhosa, mas conheço muitas histórias de terror e não é só por conta de desencontros no aeroporto não. Eu diria que os pais precisam saber exatamente como funciona a empresa pela qual vai mandar o filho. A grande maioria (acho que no máximo cinco não são assim) terceirizam tudo. Tem um escritório no Brasil que cuida de tudo, ou assim pensam os pais, mas esse pessoal contrata empresas nos outros países para prestar o serviço e a maioria nem sabe disso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...